Siga-nos

Conteúdo que gera resultado!

Comer bem: existe certo e errado?

Comer bem faz bem

Entrevistas

Comer bem: existe certo e errado?

Eu considero que uma pessoa come bem quando ela tem uma alimentação variada, equilibrada, prazerosa e sem modismos alimentares”. As palavras são da nutricionista Tatiane Klukienvcz, que dá algumas dicas e alerta que o radicalismo, para mais ou para menos, só faz mal.

Ela também faz algumas observações quanto a comer entre as refeições. “Vai depender de cada pessoa. Precisa comer? O importante é respeitar os sinais de fome. Não é regra comer a cada três horas. Escute o seu corpo. Está com fome? Coma. Se não está, não precisa comer. Opções não faltam. Isso é muito individual e depende da rotina e das preferências alimentares de cada um. E se a próxima refeição for logo, talvez vá bem um lanche mais leve”, indica.

Nutricionista Tatiana Klukienvcz

Nutricionista Tatiana Klukienvcz dá aulas de culinária. Ela gosta de ensinar pratos fáceis e nutritivos

COMER BEM: O PERIGO DAS RESTRIÇÕES

Tatiane não defende as dietas da moda e aquelas que são restritivas. “Levanto a bandeira do comer de forma equilibrada, variada, respeitando a cultura, os sinais de fome e saciedade, e tendo prazer nessa refeição. Dietas restritivas não são sustentáveis ao longo prazo. Excluir grupos alimentares sem necessidade não melhora a sua relação com a comida. Tudo que é proibido pode se tornar mais desejado, podendo a pessoa ter um exagero ou até uma compulsão alimentar. Restrição, sim, para quem precisa de restrição, como em casos de doenças, alergias e intolerâncias. Saiu disso, viva o equilíbrio!”

DOCES: ELES SÃO O VILÃO DA SAÚDE?

Não gosto de classificar alimentos como vilões ou mocinhos. O que faz mal são os excessos, de modo geral. Dentro de uma alimentação saudável pode, sim, ter um docinho. Basta equilibrar a frequência e a quantidade do consumo”, indica.

COMO A ALIMENTAÇÃO INTERFERE NO PESO?

O peso não é o fator mais importante. Aliás, acho que as pessoas deveriam se preocupar mais com a mudança de estilo de vida e não com um número na balança. Não que eu acho um erro se pesar, mas ficar se pesando com muita frequência pode gerar uma ansiedade, um estresse desnecessário para o corpo e uma frustração caso aquele número não tenha reduzido. Duas pessoas podem ser da mesma altura e terem o mesmo peso, porém a composição corporal é que faz a diferença”, observou Tatiane.

ENTÃO, ONDE AS PESSOAS ERRAM?

Hoje, com as redes sociais, muitas pessoas postam diários alimentares, o que comem, o que excluíram da alimentação, e muitos acabam sendo influenciados, cortando lactose ou glúten sem necessidade, por exemplo. Uma coisa é a pessoa ter uma alergia, uma intolerância ou uma doença, como já mencionamos antes. E aí, é claro, vai precisar fazer a restrição. O problema é que alguns não têm nada e querem excluir da alimentação determinados grupos alimentares importantes. Eu vejo que a falta e o excesso são um erro.”

E QUAL O PAPEL DO NUTRICIONISTA NESTE PROCESSO?

É o de promover hábitos saudáveis. Nutricionista não é fiscal do prato alheio. O nutricionista te auxilia a ter autonomia para você fazer as suas escolhas. Eu trabalho com aulas de culinária saudável. O meu objetivo é ensinar que comer de forma saudável é simples, barato, prazeroso e sem radicalismos. A comida vai muito além de nutrientes. Ela tem sabor, memória, afeto, prazer e carinho.”

RECEITAS PRÁTICAS E SAUDÁVEIS

Como já destacado, Tatiane dá aulas para ajudar as pessoas a prepararem alimentos rápidos e nutritivos. Ela se dedica a este segmento e vem tendo ótimos resultados. Muitas de suas alunas acabam até criando pratos e vendendo as receitas para quem não gosta de cozinhar ou realmente mão tem tempo.

Alimentação saudável, ao contrário do que muita gente pensa, não sai caro. Como eu costumo dizer: a base da nossa comida é arroz e feijão. E na feira tem muitos produtos com preços bons. Comer de forma saudável não significa comer produtos zero ou light. Isso não tem uma relação. Nem sempre estes produtos são a melhor opção para serem saudáveis para quem não tem restrição. As pessoas também associam alimentação saudável com suplementação. Não é bem assim. Alguns praticantes de exercícios adoram fazer isso. Primeiro é preciso melhorar a base da alimentação. Se ela for equilibrada e saudável, não tem porque suplementar.”

COMPRA EQUILIBRADA

Tatiane gosta de pedir para as pessoas irem à feira e no supermercado procurarem os alimentos que vêm da natureza. E dê preferência aos que não estão em conserva.

“Não abuse dos produtos enlatados e daqueles com alto teor de gorduras trans, além de carnes gordurosas, salgadinhos, refrigerantes… Enfim, busque sempre pela dieta equilibrada. Ah, outra dica muito boa é não fazer compras com fome. Caso contrário você vai gastar mais e gerar desperdícios”, completou a nutricionista.

PARA FAZER EM CASA


TORTA DE RICOTA COM LEGUMES
INGREDIENTES
150 gr de ricota
120 gr de olho poró (cortadinho e cru)
120 gr de brócolis (cortadinho e cru)
200 gr de quinoa em grãos (já cozida)
4 ovos
100 gr de queijo branco (picado)
1 colher de sopa de fermento em pó
sal e temperos de sua preferência
PREPARO
Em uma tigela misture todos os ingredientes e coloque em uma forma untada e enfarinhada número 20. Leve para assar por aproximadamente 25 minutos ou até que, ao colocar um palito, ele saia seco.

CHEESECAKE

Tatiane ensina uma receita fácil de cheesecake

 

INGREDIENTES
450 gr de ricota
5 ovos inteiros
uma caixa de creme de leite
100 gr de açúcar demerara
raspas de maia laranja (pode ser limão)
1 colher chá de essência de baunilha
PREPARO
No liquidificador bata todos os ingredientes até que se agreguem. Coloque o cheesecake em uma forma de fundo falso número 20 e leve para assar a 180 graus, por aproximadamente 30 minutos ou até que, ao colocar um palito, ele saia limpo.
COBERTURA
Uma xícara de frutas vermelhas
15 gr de açúcar demerara
suco de meio limão
PREPARO
Em uma panela coloque todos os ingredientes e deixe coxinhas por aproximadamente 7 minutos. Desenforme o cheesecake e coloque a cobertura quando estiver fria.

 

Para mais informações, inclusive sobre onde e quando acontecem as aulas de culinária, basta entrar em contato através do Instagram @klukyfitness.

Matéria produzida pela jornalista Vanessa de Sousa Fernandes, integrante da equipe da Agência RP7.

Continue Reading
Publicidade
Você também pode gostar...
Agência RP7

Precisa de uma luz? A Agência RP7 quer compartilhar com todo mundo o seu produto. Para que isso aconteça, os profissionais trabalham de forma integrada, FULL SERVICE, com publicitários, designers, jornalistas, redatores e fotógrafos, para realizar ideias brilhantes e que sejam atrativas para o seu público. Acompanhamos as transformações da Internet, que são essenciais para fazer a ponte entre o cliente – produto e consumidor – necessidade. Tudo com muita criatividade e competência.

Deixar um comentário

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mais em Entrevistas

To Top